Partilhar

Quais são os métodos contraceptivos não hormonais

 
Por Sara Viega. Atualizado: 16 agosto 2018
Quais são os métodos contraceptivos não hormonais

Dia após dia são cada vez mais as pessoas que se preocupam que as relações sexuais que possam ter com outras pessoas sejam seguras, ou seja, que não exista nenhum risco nem de gravidez, nem de se contagiarem de nenhuma doença de transmissão sexual. Para isso, podemos escolher entre os métodos contraceptivos hormonais ou aqueles métodos que não são hormonais. A não ser que tenha um parceiro estável e os dois tenham realizado os exames para se certificarem que não têm nenhuma DST, é mais recomendável que saiba quais são os métodos contraceptivos não hormonais e, por isso vamos lhe explicar de seguida neste artigo do umCOMO. Continue lendo e escolha aquele que lhe parecer mais cômodo e seguro para suas relações sexuais.

Preservativo para homens

O preservativo masculina é um dos métodos anticoncepcionais sem hormônios mais conhecidos e, também mais seguros. A eficácia do preservativo masculino pode ser de 85%, mas pode chegar a ter uma eficácia de 98% se se utilizar de forma correta.

O preservativo carateriza-se por de uma cobertura fina composto de látex ou de outros materiais sintéticos como o poliuretano (indicado para homens alérgicos ao látex) que previnem o contágio de doenças de transmissão sexual como o VIH. Também existem os preservativos masculinos feitos com pele de animal, mas estes não protegem de possíveis infecções e/ou contágios.

Além disso, é um dos métodos contraceptivos não hormonais mais baratos, pode encontrá-los em qualquer farmácia e têm diferentes tamanhos, texturas e sabores.

Quais são os métodos contraceptivos não hormonais - Preservativo para homens

Preservativo para mulheres

Não é um método anticoncepcional não hormonal tão conhecido como o preservativo masculino, mas a sua eficácia é igualmente alta sendo de 79% e chegando a alcançar uma eficácia de 95% se for utilizado de forma correta.

Tal como o preservativo masculino, o preservativo feminino também pode ser feito de látex ou de outros compostos como o poliuretano que previnem o contágio de doenças de transmissão sexual. Além disso, também se carateriza por ser suave e ter uns anéis que se adaptam à vagina.

Também pode encontrá-los em qualquer farmácia de diferentes tamanhos e texturas e costumam ter um lubrificante em cada embalagem.

Neste outro artigo explicamos-lhe como usar o preservativo feminino.

Diafragma vaginal

O diafragma é um método anticoncepcional não hormonal que se carateriza por ser um dispositivo em forma circular que se coloca na mulher no colo do útero antes de cada relação sexual para bloquear a passagem dos espermatozoides. A sua eficácia é de 86% até cerca de 94% se for utilizado corretamente.

Ao contrário dos anteriores, o diafragma protege-nos de gestações não desejadas mas não previne o contágio de doenças de transmissão sexual, pelo que o seu uso é mais recomendável em casais estáveis que não têm nenhuma DST.

Neste outro artigo explicamos-lhe como usar um diafragma.

Espermicida vaginal

O espermicida vaginal é um produto químico que elimina os espermatozoides quando entram dentro da vagina. A sua eficácia ronda os 71% até os 82% quando se utiliza de forma correta, pelo que não é dos métodos anticoncepcionais não hormonais com uma eficácia muito alto, por isso é recomendável utilizá-lo junto com outros métodos como o diafragma. Além disso, este método não protege do contágio de DTS.

O espermicida vagina pode ser encontrado em qualquer farmácia em diferentes formas (espuma, creme, spray).

Quais são os métodos contraceptivos não hormonais - Espermicida vaginal

Esponja contraceptiva

A esponja contraceptiva é um método não hormonal utilizado por mulheres que se carateriza por ser uma esponja suave feita de poliuretano e que está repleta de espermicida. A sua eficácia é de 89% nas mulheres que não tiveram filhos e de uns 60-80% nas que foram mães. Também não previne o contágio de doenças de transmissão sexual.

A esponja coloca-se no colo do útero eliminando os espermatozoides e absorvendo o sêmen masculino. Pode ser encontrada em qualquer farmácia e utilizar-se até 24 horas seguidas independentemente do número de relações sexuais que tiver durante esse período de tempo.

DIU de cobre sem hormônios

O DIU é um dispositivo intrauterino utilizado pelas mulheres que sempre foi conhecido por ser um método contraceptivo hormonal. No entanto, existe uma versão deste anticoncepcional sem hormônios e é o DIU de cobre. Este método faz com que o nosso corpo libere leucócitos e prostaglandinas pelo endométrio para eliminar a entrada tanto de bactérias como de espermatozoides. A sua eficácia, tal como o hormonal, é de 98% mas tal como outros métodos, não previne o contágio de DTS.

Além disso, o DIU de cobre não é indicado para todas as mulheres, pois não é recomendável que seja utilizado por mulheres que tiveram um câncer cervical nem as que sofrem de endometriose. Este método anticoncepcional não hormonal tem que ser colocado pelo seu ginecologista.

Neste outro artigo do umCOMO explicamos-lhe as vantagens e desvantagens do DIU.

Outros métodos contraceptivos não hormonais

De seguida, poderá encontrar outros métodos que também existem para evitar a gravidez sem necessidade de tomar hormônios:

  • Ligadura de trompas: é uma operação onde cortam ou ligam as trompas do Falópio da mulher para impedir que os óvulos formados no ovário passem para o útero e sejam fecundados.
  • Vasectomia: é um método não hormonal que se trata de uma operação onde se corta o conduto dos testículos masculinos por sai o sêmen, evitando desta forma que saiam os espermatozoides durante a ejaculação.
  • Obstrução tubária: é um método onde se coloca através de uma operação um dispositivo de titânio nas trompas do Falópio femininas. Este método bloqueia a passagem dos espermatozoides durante 3 meses, pelo que é menos agressivo que a ligadura de trompas.

Sugestão: Tomar banho depois da relação evita gravidez?

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais são os métodos contraceptivos não hormonais, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Escrever comentário sobre Quais são os métodos contraceptivos não hormonais

O que lhe pareceu o artigo?

Quais são os métodos contraceptivos não hormonais
1 de 3
Quais são os métodos contraceptivos não hormonais

Voltar ao topo da página