Partilhar

Como se contagia a clamídia

 
Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como se contagia a clamídia

A clamídia é uma doença sexualmente transmissível (DST) que, tal como as outras doenças, se transmite de uma pessoa para a outra através do contato sexual sem proteção. As doenças de transmissão sexual afetam tanto homens como mulheres, mas quando se tratam de mulheres, estas condições podem ser muito mais graves, pois no caso de gravidez, a saúde do bebê pode correr risco.

Se quer saber como se contagia a clamídia, quais são os seus sintomas e tratamentos que se encontram disponíveis para combater esta doença, convidamos você a continuar lendo o seguinte artigo do umCOMO.

Também lhe pode interessar: Como tratar da clamídia

Principais sintomas da clamídia

A infecção por clamídia, tal como referimos, é uma doença de transmissão sexual que afeta homens e mulheres, mas no caso destas últimas, pode causar graves danos no seu aparelho reprodutor, dificultando a gravidez ou impossibilitando por completo a gestação. Esta doença também pode provocar a conhecida gravidez ectópica ou tubária, que ocorre fora do útero (na trompa do Falópio) e pode ser mortal para a mãe e para o bebê.

Os sintomas da clamídia são diversos, e podem variar dependendo da pessoa infetada. Nas mulheres infetadas, estima-se que 3 a cada 4 mulheres não apresentam sintomas da doença, enquanto que metade dos homens infetados não apresentam nenhum sintoma.

Quando ocorrem sintomas, estes podem ser notáveis entre 5 a 10 dias após ter ocorrido o contágio. Nas mulheres, os sintomas podem ser os seguintes:

  • Dores abdominais agudas
  • Febre
  • Diarreia
  • Dor ao ter relações sexuais
  • Necessidade de urinar com mais frequência
  • Dor ou ardor ao urinar
  • Sangramento entre períodos menstruais
  • Inchaço da vagina ou ao redor do ânus
  • Sangramento vaginal depois de ter relações sexuais
  • Fluxo vaginal amarelado e com cheiro intenso

Os sintomas que um homem infetado por clamídia pode apresentar, são os seguintes:

  • Febre
  • Diarreia
  • Dor ou ardor ao urinar
  • Secreções purulentas e leitosas do pênis
  • Testículos inchados e sensíveis
  • Inchaço ao redor do ânus
Como se contagia a clamídia - Principais sintomas da clamídia

Contágio da clamídia

Para saber como se contagia a clamídia, primeiro deve ter claro que se trata de uma doença de transmissão sexual e que, portanto ocorre ao ter relações sexuais vaginais, anais ou orais com alguém que se encontre contagiado. Quando é o homem o infetado, este pode transmitir a doença à mulher sem existir ejaculação.

Além disso, naquelas pessoas que foram infetadas com clamídia e que receberam tratamento no passado, é possível voltarem a infetar-se se tiverem relações sexuais sem proteção com outra pessoa infetada.

O contágio por clamídia também pode ocorrer de mãe para filho, quando uma mãe infetada está grávida pode transmitir esta doença ao bebê durante o parto.

O risco de contrair a infecção por clamídia é maior em pessoas jovens sexualmente ativas. Isto porque pessoas dentro desta faixa etária costumam apresentar comportamentos biológicos mais marcados em relação aos impulsos sexuais. As pessoas homossexuais e bissexuais, também correm o risco de contrair clamídia, pois tal como já referimos, esta doença não se transmite apenas por penetração vaginal, mas também através do sexo anal e oral.

Para evitar a infecção por clamídia é necessário proteger-se de forma apropriada, as formas mais comuns de evitar contrair esta doença são:

  • Não ter relações sexuais.
  • Estar em uma relação monógama com um parceiro estável, tendo ambos passados pelos testes de detecção de clamídia e os resultados serem negativos.
  • Usar preservativos de látex, assim como os cada vez mais populares protetores de látex para o sexo oral, cada vez que se tem qualquer tipo de relações sexuais.
Como se contagia a clamídia - Contágio da clamídia

Diagnóstico e tratamento da clamídia

Para diagnosticar a clamídia deverão ser feitos vários testes em laboratório. Como procedimento inicial, o médico pedirá uma amostra de urina, ou no caso das mulheres, pode extrair uma amostra das secreções vaginais.

Uma vez realizadas as análises correspondentes e confirmada a infecção por clamídia, é necessário começar com o tratamento indicado para combater esta doença de transmissão sexual. A clamídia pode ser praticamente curada se o tratamento for seguido de forma correta, a infecção para, os sintomas desaparecem e a possibilidade de ter complicações no futuro fica reduzida.

O tratamento da clamídia realiza-se com o uso de antibióticos, sendo a doxiciclina e a azitromicina os mais usados. As pessoas que estiverem realizando o tratamento para a clamídia estão proibidas de ter relações sexuais durante os sete dias seguintes depois de realizada a dose única de azitromicina, ou durante os setes dias que dura a dose de antibióticos (doxiciclina).

Agora que já sabe como se contagia a clamídia, pode ser que lhe interesse saber também como se contagia o herpes genital.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como se contagia a clamídia, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Conselhos
  • Se tem vários parceiros sexuais, tome as precauções necessárias com o uso de preservativos de látex para homens ou preservativos femininos.
  • Além disso, consulte um especialista periodicamente para realizar testes de detecção de DSTs.
  • É importante ser honesto com o parceiro(a), por isso se existir algum tipo de risco de infecção fale com ele/ela.

Escrever comentário sobre Como se contagia a clamídia

O que lhe pareceu o artigo?

Como se contagia a clamídia
1 de 3
Como se contagia a clamídia

Voltar ao topo da página