Partilhar

O que é priapismo

Por Paula Cassandra. Atualizado: 20 janeiro 2017
O que é priapismo

Considerado o sintoma de algumas condições médicas, o priapismo consiste em uma ereção prolongada e dolorosa. A situação pode levar à impotência sexual definitiva e, por isso, quando ocorre é urgente buscar a emergência ou um especialista. Para saber mais sobre o que é priapismo, suas causas, tipos e tratamentos, confira o que o umComo.com.br tem a explicar sobre o assunto.

Também lhe pode interessar: O que é ser circuncidado

Causas do priapismo

O priapismo ocorre quando o homem permanece com o pênis ereto por até quatro horas, mesmo que não haja estímulos físicos ou psicológicos para isso. Outro sintoma é dor no órgão genital e quando essa condição médica não é tratada pode causar danos permanentes, como impotência sexual. O quadro não é necessariamente desencadeado pelo estímulo sexual e, embora possa acometer homens de todas as idades, é mais frequente em quem já chegou aos 40 anos.

A medicina não sabe identificar a causa da maioria dos casos de priapismo. No entanto, existem situações em que o problema aparece na adolescência, quando está ligado a doenças, como anemia falciforme, leucemia, talassemia e doença de Fabry. A condição pode ocorrer ainda após lesões na medula espinal. Medicamentos, como injeções intravenosas, usadas para tratar a disfunção erétil também podem provocar o prolongamento da ereção indesejado.

Da mesma forma, já foram relatados casos de priapismo em usuários de antidepressivos, anti-hipertensivos, anticoagulantes e antipsicóticos, bem como cocaína e álcool. Outra razão relatada é a picada de aranha do tipo armadeira. Em idosos, o mais comum é que não se saiba a causa ou que esteja associada a tumores.

O que é priapismo - Causas do priapismo

Tipos, tratamento e prevenção do priapismo

dois tipos de priapismo, sendo um deles o de baixo fluxo, que é mais comum e se caracteriza pela redução do retorno venoso, ou seja, o sangue que chega ao pênis não consegue voltar devido a uma obstrução da veia, assim, o pênis dói porque ocorre má oxigenação e pressão no órgão. Já o priapismo de alto fluxo é menos comum e normalmente não apresenta dor, tendo como principal causa o trauma no órgão genital. Assim, há ruptura de artérias que levam mais sangue para o pênis, sendo lentamente escoado, o que provoca a ereção.

A melhor forma de tratar a condição é diagnosticando o que causa o priapismo, a fim de evitar novas ocorrências. Se o que provoca o problema é o uso de drogas lícitas ou ilícitas, o adequado é que elas não sejam mais usadas. No entanto, no momento em que a ereção prolongada acontece, é importante buscar ajuda médica para que se faça a aspiração do sangue que está parado dentro do órgão. Também podem ser injetadas substâncias para a ereção regredir. Em alguns casos, é necessário operar.

Outra forma de tratar o priapismo é com exercícios, como flexões, dessa forma, ocorre liberação de adrenalina, fazendo com que o pênis relaxe. No entanto, é importante conversar com o médico sobre a eficiência dessas atividades físicas. Além disso, não é indicado tardar em buscar a emergência quando a ereção se prolongar por mais de duas horas, o que já pode apontar para um caso de primarismo.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é priapismo, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Escrever comentário sobre O que é priapismo

O que lhe pareceu o artigo?

O que é priapismo
1 de 2
O que é priapismo

Voltar ao topo da página