Partilhar

O que considerar ao fazer um piercing genital

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
O que considerar ao fazer um piercing genital
Imagem: vanuax.com

Os piercings genitais se converteram em uma alternativa para quem deseja experimentar o prazer do sexo mediante novos estímulos, sendo uma opção muito popular entre os adeptos às perfurações. Mas além da estética ou do prazer, há alguns elementos que convém considerar antes de realizar este tipo de perfurações, seja na vagina ou no pênis, para garantir a saúde e prevenir qualquer tipo de incômodo ou problema. Em umComo.com.br esclarecemos a você o que considerar ao fazer um piercing genital.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um piercing genital
Passos a seguir:
1

É importante compreender que um piercing genital não é o mesmo que um piercing na orelha ou no umbigo. Por se tratar de uma zona delicada, exposta constantemente ao atrito e aos fluídos é importante que aumentemos as precauções na hora de realizar este tipo de perfurações com o fim de evitar infecções, reações alérgicas, incômodos genitais importantes ou práticas ruins que possam afetar algum dos nervos que se encontram na zona da perfuração.

2

Por isso, o primeiro que você deve considerar ao fazer um piercing genital é que está escolhendo um lugar especializado para isso, e que o perfurador que o fará tem ampla experiência em perfurações genitais, desta forma você garante o sucesso do trabalho. Nunca se coloque nas mãos de alguém sem experiência comprovada.

3

É muito importante que antes de fazer um piercing genital você se certifique de que está vacinado contra o tétano. Em caso de resposta negativa, convém fazê-lo. Se, além disso, foi vacinado faz mais de 10 anos, recomenda-se aplicar um reforço.

4

No geral ao fazer qualquer tipo de piercing deve ir a um local com licença e que cumpra todas as medidas de higiene, mas no caso dos piercings genitais isto é fundamental, pois se os instrumentos são reutilizados ou não estão bem esterilizados, pode correr o risco de contrair infecções íntimas sérias e doenças sexualmente transmissíveis.

5

As perfurações genitais nunca devem ser realizadas com pistolas, pois este tipo de aparelho é difícil de esterilizar de forma adequada, por isso não se arrisque e se certifique de que:

  • Todo o material com o que o profissional vai realizar seu piercing genital tenha sido previamente esterilizado. Normalmente o profissional faz este procedimento diante do cliente para garantir sua segurança.
  • Que o perfurador trabalhe com agulhas descartáveis que estejam perfeitamente seladas e que sejam abertas na sua presença. Você pode exigir ao profissional que mostre todos os acessórios que usará para perfurar e assegurar de que a agulha seja nova e que tudo esteja em perfeito estado.
  • Nunca deve permitir que perfurem você com um material que não tenha sido aberto e/ou esterilizado na sua presença.
6

Antes de fazer um piercing genital é bastante importante que tanto o perfurador como qualquer outra pessoa que intervenha no processo lave muito bem as mãos e use luvas cirúrgicas novas que tenham sido abertas na sua presença. Desta forma previne-se o contágio de bactérias durante o procedimento. Nunca permita que realizem em você um piercing genital sem que o profissional use luvas.

Se você é alérgico ao látex é importante que leve umas luvas cirúrgicas em outro material para oferecer ao profissional, pois com certeza ele só disporá de luvas em látex.

7

O piercing genital que você escolher deve ser de preferência de titânio cirúrgico, aço inoxidável ou platino, assim evitará infecções e reações alérgicas.

Seguindo estas recomendações você garante sua saúde e reduz os riscos que implicam os piercings genitais.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que considerar ao fazer um piercing genital, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Escrever comentário sobre O que considerar ao fazer um piercing genital

O que lhe pareceu o artigo?

O que considerar ao fazer um piercing genital
Imagem: vanuax.com
O que considerar ao fazer um piercing genital

Voltar ao topo da página