Partilhar

Como identificar um transexual

Por Redação umCOMO. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como identificar um transexual

Uma mulher transexual é uma pessoa que se identifica com o gênero oposto ao seu gênero biológico, pelo que deseja viver e ser aceite como uma mulher. A transexualidade é característica por apresentar uma discordância entre a identidade do gênero e o gênero biológico. Neste artigo vamos-lhe explicar como pode saber se uma pessoa é transexual e conseguir assim reconhecê-la. Quero deixar claro que a identidade sexual, é cerebral e não é determinada pelos genitais. O maior órgão sexual do ser humano é o cérebro. As mulheres e homens transexuais são pessoas que nasceram com genitais que não lhes correspondem.

Também lhe pode interessar: Como identificar um travesti
Passos a seguir:
1

Muitas vezes é difícil reconhecer um transexual pelo seu rosto, uma vez que as suas feições são normalmente suaves e a maquiagem acabará por definir os seus traços, isto faz com que o rosto não seja uma boa forma de se certificar que uma pessoa é transexual.

Como identificar um transexual - Passo 1
2

Uma forma bastante boa é olhar para o tamanho dos pés e das mãos, os homens têm uma massa óssea maior e nas extremidades é difícil de esconder, por esse motivo as transexuais têm mãos e pés maiores do que o seu corpo indicaria.

Como identificar um transexual - Passo 2
3

Os músculos do corpo não são elementos que lhe ajudem a identificar um transexual. Muitos transexuais tomam suplementos de hormonas com os quais inclusive a sua musculatura parece feminina.

4

Outra caraterística física que lhe pode ajudar a identificar um transexual é olhar para a maçã de Adão ou o caroço que há no pescoço que se nota mais ao engolir saliva.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como identificar um transexual, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Escrever comentário sobre Como identificar um transexual

O que lhe pareceu o artigo?

Como identificar um transexual
1 de 3
Como identificar um transexual

Voltar ao topo da página