Partilhar

Eu devo perdoar uma traição?

Por Ana Lopes. Atualizado: 24 maio 2017
Eu devo perdoar uma traição?
Imagem: dicasdemulher.com.br

Você se dedicou a uma relação que pensou ser sincera e verdadeira; fez das tripas coração para estar com o amor da sua vida e descobriu que ele não mantinha o mesmo apreço pelo relacionamento quanto você? Sentiu-se sem chão e, por um instante, pensou em se fechar em uma redoma de vidro para sofrer toda essa dor? Em umComo.com.br, você descobrirá que não está sozinha e que esse pode não ser o fim do seu relacionamento. Ou, se não estiver à vontade para lidar com isso, que esse pode não ser o fim da sua vida amorosa.

Também lhe pode interessar: Como deixar de ser inseguro em uma relação

A traição e sua face

Quando somos traídas (ou traídos), o primeiro pensamento que vem à nossa cabeça é de que a culpa é nossa. É complicado entender que o outro pode ter tido uma outra motivação para nos trair que não seja a de que não nos empenhamos tanto no relacionamento, não estamos satisfazendo nosso par da maneira como gostaríamos ou que ele merecia. Ou nos tornamos narcisistas demais para aceitar que alguém tenha tido a capacidade de trair alguém como nós: tão interessante, inteligente, amável e perfeito. No entanto, o importante é enxergar que, por trás da traição, podem haver n motivos e que não nos cabe tentar entender todos.

Fato é que fomos traídos. A maneira como descobrimos essa punhalada pelas costas também contará no momento de decidir se continuamos ou se damos um basta à relação.

  • Se você descobriu (sozinha ou com a ajuda de alguém) e o seu parceiro, ou parceira, garante de pés juntos que não é verdade, é hora de começar a repensar no seu relacionamento, no seu amor, no que ele representa para você e o que fazer para se desfazer dele. Dê um basta e vá cuidar, unicamente, de você.
  • Se você descobriu e o seu par confessou, te pediu perdão e prometeu não mais fazer isso: pense com carinho. Não está sendo dito aqui para você perdoar e seguir como se nada tivesse acontecido. Mas, pense que pode ter sido um momento de fraqueza e que, por um momento, agora, ele(ela) pode estar sendo sincero(a) com você e com seus sentimentos.
  • Se ele(a) decidiu, por livre e espontânea vontade, te contar: talvez ele(a) mereça uma colher de chá e mais uma chance. Nem todo mundo consegue resistir a uma tentação. Por mais que você, exposta a tentações diariamente, resista. Cada um tem uma forma de agir e pensar. Se ele errou e tomou a iniciativa de te contar a respeito, é porque ele se preocupa com o relacionamento de vocês e está disposto a lutar para ficar com você.
Eu devo perdoar uma traição? - A traição e sua face
Imagem: horoscopovirtual.com.br

Vale a pena perdoar?

Esse é um questionamento que você, somente você, pode responder a si mesmo(a).

  • Pese tudo o que foi vivido até o acontecimento. As alegrias e prazeres que tiveram ao lado do outro.
  • Tire um momento para você. Se tranque no seu quarto, vá à praia, ao parque. Encontre um lugar onde pode ficar sozinho(a) com seus sentimentos e reflita.
  • Chore, se preciso for. Coloque para fora toda a dor e sentimento de revolta que está sentindo. Isso irá te aliviar bastante.
  • Converse com seu parceiro (ou sua parceira) e tente entender os motivos que teve para resolver ficar com outra pessoa. E apontem possíveis descontentamentos.
  • Converse com um amigo ou uma amiga. Não é vergonha nenhuma chorar e pedir um colo de vez em quando.
  • Não fique com o outro por necessidade, por pena ou por vingança.
  • Se decidir por perdoar, perdoe. Não fique jogando a traição na cara sempre que tiverem uma discussão. Tenham uma conversa franca. Perdoe e dê o assunto por encerrado.
  • Não fique neurótica(o) achando que sempre que ele(a) sempre irá te trair novamente.
  • Se não souber perdoar e esquecer o assunto, termine seu namoro/noivado/casamento. Será o melhor para sua saúde emocional e pessoal. Demonstre sua insatisfação e coloque um ponto final. Você não é obrigado(a) a estar com alguém com quem não tenha mais vontade/afinidade.E não se feche para um novo relacionamento. Ninguém é igual a ninguém e o próximo pode valer a pena.

A decisão final é sua

Sabe aquela conversa de que “quem fez uma vez vai fazer sempre”? Não pode ser generalizada. Isso por quê cada um tira um aprendizado de seus atos. E, nem sempre voltamos a fazer aquilo que experimentamos pela primeira vez. No final das contas, será você com você mesmo(a). Queira estar com alguém que dê valor aos seus sentimentos e que saiba se comportar quando não estiverem juntos. A vida é muito mais que um relacionamento de fachada. Todos merecemos a felicidade, seja com quem for.

Dica: Apesar de não ser possível justificar uma traição, existem algumas coisas que podem provocar esse tipo de comportamento. Confira por que os homens traem suas namoradas nesse artigo.

Eu devo perdoar uma traição? -  A decisão final é sua
Imagem: vilamulher.com.br

Se pretende ler mais artigos parecidos a Eu devo perdoar uma traição?, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Escrever comentário sobre Eu devo perdoar uma traição?

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Mariana
Só quem já passou por isso sabe como é. Perdoar não é fraqueza. Eu já perdoei.
Ana Lopes
Olá, Mariana! Perdoar pode ser, também uma prova de amor. E, nem sempre a traição pode voltar a acontecer. Obrigada pelo seu posicionamento ;)

Eu devo perdoar uma traição?
Imagem: dicasdemulher.com.br
Imagem: horoscopovirtual.com.br
Imagem: vilamulher.com.br
1 de 3
Eu devo perdoar uma traição?

Voltar ao topo da página