Partilhar

Como saber se sou viciado no meu vibrador ou consolador

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como saber se sou viciado no meu vibrador ou consolador
Imagem: radio.rpp.com.pe

Os brinquedos sexuais, como o vibrador ou consolador, são uma excelente forma de experimentar o prazer e viver novas sensações. No entanto, em alguns casos seu uso frequente gera um vício, da mesma forma que uma pessoa pode se tornar viciada em sexo, em álcool ou qualquer outro tipo de substância ou situação.

Muito se falou a respeito dos possíveis efeitos do uso frequente de consoladores em nossa intimidade, e atualmente são muitas as mulheres que admitem utilizar este acessório sexual com bastante frequência, mas em que ponto se considera um vício? Em umComo.com.br damos a você algumas dicas para que descubra se é viciado no seu vibrador ou consolador.

Também lhe pode interessar: Como saber se sou viciado em pornografia
Passos a seguir:
1

Denomina-se vício a relação de dependência que se gera no que diz respeito a uma situação, substância ou relação, que não pode ser controlado e que acaba interferindo em nossa vida diária e afetando diversos aspectos de nosso cotidiano.

2

No caso dos vibradores e consoladores, as mulheres costumam obter com eles um enorme prazer durante a masturbação. Este prazer, que não está condicionado pelo desempenho de mais ninguém, e que sempre a cada masturbação estará garantido, tem feito com que muitas mulheres desenvolvam uma relação de dependência com este brinquedo sexual, passando em muitos casos ao vício.

3

Existem muitos modelos de vibradores e consoladores no mercado, alguns deles com tamanhos, espessuras ou funções que não são próprias de um pênis regular. Assim, muitas mulheres encontram mais prazer neste tipo de objeto que o contato sexual com um homem.

Quando, devido ao prazer que se obtém com o consolador, mudamos os padrões de masturbação, passando a fazê-la de forma muito frequente e/ou compulsiva e sempre usando este acessório sexual, pode ser considerado que há um vício ao vibrador.

4

Se o desejo de se masturbar e usar o consolador ou vibrador começa a afetar a sua vida diária, interferindo com as atividades diárias e afetando sua concentração, não há dúvida que se desenvolveu uma relação de dependência com este brinquedo sexual e que já pode ser um vício.

5

No caso das garotas que têm parceiro, quando deixam de fazer sexo com seu companheiro, para substituir a atividade pelo uso do consolador ou vibrador, encontrando prazer somente nesse contato, pode se dizer que se desenvolveu um comportamento de vício. Esta conduta é a que mais alarma os especialistas, pois poderia levar a transtornos sexuais que vão requerer a intervenção de um profissional para se corrigir.

6

Se além de usar seu consolador na masturbação, considera que começou a desenvolver uma dependência com este objeto sexual na qual seu uso é fundamental para atingir o orgasmo, é conveniente prestar atenção para evitar que esta conduta se torne em um vício ou parafilia. Nestes casos, o mais conveniente é vencer o medo e os tabus e consultar um sexólogo, que ajudará você a superar sua dependência e melhorar sua vida sexual.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como saber se sou viciado no meu vibrador ou consolador, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Escrever comentário sobre Como saber se sou viciado no meu vibrador ou consolador

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Fernanda Karen da Silva oliveira
Oi Boa tarde me chamo Fernanda eu gosto muito de sexo tenho vibrador é me excito Muito fÁcil como posso saber se eu sou viciada

Como saber se sou viciado no meu vibrador ou consolador
Imagem: radio.rpp.com.pe
Como saber se sou viciado no meu vibrador ou consolador

Voltar ao topo da página