Partilhar

Como lidar com a crise da meia idade

Por Perla Rossetti. Atualizado: 8 agosto 2019
Como lidar com a crise da meia idade

Mais comum entre homens por volta dos 50 anos, a crise de meia idade pode ser caracterizada por um sentimento de pânico em relação à sua vida atual. Alguns chegam a entrar em depressão, outros compram impulsivamente e há aqueles que começam a interessar-se por mulheres até 30 anos mais novas. Não que o amor não possa superar as diferenças de idade, mas às vezes, o desconforto está relacionado a negação do envelhecimento. Como lidar com a crise da meia idade varia de acordo com a personalidade e o nível de compreensão de quem se encontra nesta situação. Em umComo.com.br apresentamos alguns caminhos e pontos de vista para superá-la.

 

Também lhe pode interessar: Como lidar com um macho alfa

Busque o diálogo imparcial

Se você está enfrentando uma crise de meia idade, procure conversar com seu parceiro ou parceira. No caso das emoções, sonhos e pensamentos muito incompatíveis em relação ao assunto, encontre entre amigos u parentes uma pessoa imparcial para falar seus sentimentos.

Um psicólogo ou couch profissional de vida podem ajudá-lo a avaliar seus desconfortos, desejos para iniciar ou dar continuidade aos projetos pessoais nesta fase da vida.

 

Procure um médico para tratar problemas físicos

Nem sempre a crise de meia idade é uma questão existencial. Às vezes, aspectos psicológicos influenciam o funcionamento do corpo.

A aposentadoria, a saída dos filhos de casa para a universidade ou a demissão no trabalho na maturidade podem desencadear problemas físicos como a disfunção erétil numa pessoa saudável.

Conversar com médico ou psicólogo é uma alternativa para avaliar a profundidade do problema e diagnóstico adequado. Em alguns casos, os profissionais poderão prescrever um medicamento ou terapia.

Invista em atividades prazerosas

É nessa fase da vida que as contas da casa ficam altas. Muitas vezes, os filhos já estão na universidade ou no intercâmbio e precisam mais do que nunca de um bom suporte financeiro.

Os pais acabam sobrecarregados, o trabalho é importante para manter o sustento e a educação dos filhos, mas há outras demandas e prazeres da vida que não podem ser deixados de lado.

Enfrente a crise da meia-idade aliviando-se da sobrecarga física e emocional com atividades prazerosas. Tente ao máximo priorizar por ordem de importância, e garanta um tempo livre para o lazer e o relaxamento com atividades saudáveis.

Jantar com os amigos, passear de barco, viajar para quebrar a rotina. Tudo é válido se não comprometer seu orçamento familiar.

Afaste o estresse

Outro aspecto da crise de meia idade é o descontentamento profundo com a estrutura ou os bens conquistados. Nesta fase da maturidade, a pessoa começa a avaliar o estilo de vida dos familiares e amigos e pode se considerar por vezes menos privilegiado ou bem-sucedido.

Não pense naquilo que você não tem e sim no que conquistou. Muitos dos maiores bens da vida não são materiais. Quantos milionários com iates gostariam de ter uma família ou amigos fieis. Se você os têm, valorize sua sorte.

Se não, avalie com moderação o que pode ser feito para conquistar. Invista em outras formas de lidar com o estresse da crise da meia idade com novos hobbies, técnicas de respiração e meditação. Ocupar a mente ou respirar profundamente oxigena o cérebro e ajuda a acalmar diante de uma crise.

Respeite às responsabilidades dos novos relacionamentos

Se durante a crise de meia idade você preferir iniciar um novo relacionamento com uma pessoa mais nova, tenha em mente que você não pode forçá-lo(a) a abrir mão de sonhos comuns como ter filhos, porque você já criou os seus e já é avô.

Se deseja voltar a viajar como antes ou tirar um ano sabático, não é preciso divorciar-se do parceiro(a) de longa data. Se a companheira(o) não pode ir junto desta vez, aproveite a experiência sem traumas. Veja quem está disponível na sua rede de amigos e caia na estrada.

 

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como lidar com a crise da meia idade, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Conselhos
  • Estar numa crise de meia idade não é algo reprovável ou vergonhoso. Qualquer pessoa pode estar vivendo o mesmo conflito emocional sobre realizações e insatisfações. Busque ajuda. Converse com parceiros, amigos ou profissionais. Não se renda ao preconceito e não transfira para o dinheiro as frustrações emocionais e materiais.

Escrever comentário sobre Como lidar com a crise da meia idade

O que lhe pareceu o artigo?

Como lidar com a crise da meia idade
Como lidar com a crise da meia idade

Voltar ao topo da página