Partilhar

Como é a anatomia sexual da mulher

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como é a anatomia sexual da mulher

Para desfrutar do máximo prazer sexual é necessário conhecer muito bem nosso corpo e descobrir o que aumenta nossa excitação e o que nos incomoda intimamente. Além disso, é importante saber quais são os pontos-chave da região genital, para descobrir quais são os estímulos mais satisfatórios. Em umComo.com.br explicamos-lhe em detalhe como é a anatomia sexual da mulher, para que tanto você quanto seu parceiro desfrutem ao máximo em cada encontro.

Também lhe pode interessar: Como é a anatomia sexual do homem

O clitóris

É um dos pontos da anatomia sexual feminina com mais potencial. Devido às suas muitas terminações nervosas, a estimulação do clitóris gera um grande prazer sexual à mulher, podendo conduzi-la diretamente ao orgasmo sem a necessidade de coito ou penetração.

No processo de resposta sexual, o clitóris reage aumentando seu tamanho devido à irrigação sanguínea que chega a essa zona, além de se tornar mais sensível, por isso a estimulação gerada através da masturbação, o sexo oral ou o uso de brinquedos sexuais, desencadeia a excitação.

Como é a anatomia sexual da mulher - O clitóris

Os pequenos e grandes lábios

Os grandes lábios encontram-se na parte externa da vulva, em ambos os lados do orifício vaginal. Normalmente estão cobertos de pelos pubianos, a não ser que se depile por completo a zona. Nesses casos ao serem estimulados durante o sexo oral ou masturbação gera-se um atrito prazeroso.

Por sua vez os pequenos lábios estão entre os grandes lábios, na parte interna, não têm pelos e podem ser igualmente estimulados a nível sexual.

Como é a anatomia sexual da mulher - Os pequenos e grandes lábios

O Monte de Vênus

Encontra-se na parte superior do osso do púbis, o monte de vênus é a zona que normalmente está coberta de pelos, ainda que atualmente muitas mulheres depilem esta área.

A vagina

Muitas pessoas confundem a vulva, que nada mais é do que a zona composta por todos os pontos mencionados anteriormente, com a vagina, mas na realidade tratam-se de duas áreas diferentes. A vagina é um conduto de 8 a 10 centímetros que se encontra na parte interna da vulva e que conduz ao útero.

É neste canal que ocorre a penetração durante o sexo, e onde se introduzem também outros elementos como consoladores ou os dedos, quando se trata de masturbação, por isso sem dúvida é o ponto de atenção principal quando se trata de intimidade.

O Ponto G

Ainda que se tenha falado muito sobre este lugar mítico, recentes investigações demonstraram sua existência, convertendo em um ponto chave no prazer sexual. Encontra-se por trás do osso púbico ao redor da uretra, e encontrá-lo é bem mais simples do que se pensa.

Para estimulá-lo podem ser usados os dedos ou os consoladores para o ponto G, especiais para esta zona. Ao localizá-lo podem ser obtidos orgasmos mais intensos.

Outros órgãos internos

A anatomia sexual feminina conta também com outros órgãos internos importantes, que, ainda que não interfiram diretamente na estimulação sexual, se encontram na região fazendo parte do aparelho reprodutor e urinário. Estes são:

  • A bexiga faz parte do trato urinário e é onde se armazenam os líquidos que o corpo não absorve, para depois serem expulsos em forma de urina.
  • A uretra, o canal pelo qual urinamos.
  • O útero ou matriz, lugar onde se aloja o feto durante a gravidez.
  • Os ovários, encarregados de secretar os hormônios femininos e os óvulos para a posterior gestação.
  • As trompas de Falópio, dutos que ligam os ovários ao útero.
Como é a anatomia sexual da mulher - Outros órgãos internos

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como é a anatomia sexual da mulher, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Escrever comentário sobre Como é a anatomia sexual da mulher

O que lhe pareceu o artigo?

Como é a anatomia sexual da mulher
1 de 4
Como é a anatomia sexual da mulher

Voltar ao topo da página