Partilhar

Como ajudar um parceiro com disfunção erétil

Por Hugo Silva. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como ajudar um parceiro com disfunção erétil

A disfunção erétil afeta milhões de homens em todo o mundo, porém esta não deve ser apenas uma preocupação do sexo masculino, sendo o papel da mulher fundamental para ultrapassar este problema e retomar uma vida sexual em pleno.

Muitas mulheres não sabem como reagir quando o seu parceiro sofre de problemas de ereção, achando melhor afastar-se e não debater o problema por medo de ferir os sentimentos do homem e agravar a situação. Esta pode ser a solução mais fácil, mas não é de certo a solução que levará ao fim do problema, aumentando a pressão no homem relativamente à sua prestação sexual. Ignorar o problema pode ajudar, mas apenas no caso de ser uma situação esporádica. Caso o seu parceiro sofra de problemas de ereção de forma constante e em muitas das vezes em que têm relações, deve proceder de maneira diferente e seguir os seguintes conselhos:

Também lhe pode interessar: Como saber se tenho disfunção erétil
Passos a seguir:
1

Fale com o seu parceiro: Conversar sobre o assunto é um dos fatores que contribui para ultrapassar a disfunção erétil. Comece por explicar que a disfunção erétil afeta vários homens e que o seu parceiro não é o único com este problema. Tente não se focar demasiado na incapacidade do homem conseguir levar a relação sexual, mas refira que este problema pode estar relacionado com outras condições de saúde como a diabetes ou o colesterol alto e que a sua avaliação não deve passar despercebida.

2

Considere outras atividades que possam fazer juntos: Focar a sua atenção apenas no sexo de forma a querer resolver este problema, apenas irá agravar a situação. Não quer dizer que o sexo não seja uma parte importante da vida do casal, porque é, mas existem outras atividades que podem fazer juntos que irão permitir que o casal se relacione mais intimamente. Adicione à sua rotina idas ao cinema, a restaurantes, bares ou passeios, que possam contribuir para que o seu parceiro fale mais abertamente sobre o assunto. Cerca de 20% dos casos de disfunção erétil têm causas psicológicas como o stress e a ansiedade, pelo que alterar o quotidiano do casal pode ajudar a reverter a situação.

3

Opte por diferentes formas de estimulação: Não quer dizer que a culpa seja sua, mas a verdade é que a monotonia na cama em nada ajuda no caso da disfunção erétil. Considere outros tipos de estimulação para além da penetração que possam ajudar o homem a conseguir e a manter a sua ereção, como por exemplo o sexo oral ou a estimulação manual.

4

Incentive a procura de ajuda médica: A disfunção erétil é um problema de saúde que não só tem tratamento, como deve ser diagnosticado por um médico. Se o seu parceiro não se sente à vontade em procurar ajuda, convença-o de que esta é a melhor solução e que está disposta a acompanhá-lo nas consultas se isso o fizer sentir melhor. Em muitos casos é a mulher que dá o primeiro passo no que diz respeito à ajuda médica para tratar a disfunção erétil, ponha o seu parceiro confortável relativamente a esta condição.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como ajudar um parceiro com disfunção erétil, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Escrever comentário sobre Como ajudar um parceiro com disfunção erétil

O que lhe pareceu o artigo?
4 comentários
A sua avaliação:
ivanir
meu namorado nao consegue ter relação comigo por que na hora h o penis amolece
Bruna
Meu noivo está com disfunção erétil, mas ele não aceita e terminou comigo. Não me deixou nem tentar ajudá-lo, quis terminar e pronto.
Jussara
Meu marido não consegue manter a ereção. Eu ajudo ele fazendo sexo oral, só assim a ereção dele fica boa e ele ejacula.
José
Parabéns Jussara
Luiz Carlos
Tenho diabetes tipo 2 e estava com problema de ereção. Pensei que estava acabado, mas minha esposa conseguiu me recuperar. No inicio ela começou a me masturbar e acabei gozando com o pau meio duro. Depois começou a alternar a masturbação com sexo oral. Senti uma sensação muito boa e gozei com muito prazer. No terceiro dia ela só fez sexo oral e tive uma ejaculação enorme e deliciosa. Hoje fazemos sexo vaginal e incluímos o sexo oral diário. A felicidade voltou ao nosso lar.

Como ajudar um parceiro com disfunção erétil
Como ajudar um parceiro com disfunção erétil

Voltar ao topo da página