Partilhar

Como a diabetes afeta o sexo

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como a diabetes afeta o sexo
Imagem: www.lipstiq.com

A saúde sexual também é reflexo do nosso bem-estar corporal. Muitas pessoas que sofrem de problemas cardíacos ou problemas com a glucose descobrem muitas vezes que este problema se desloca também ao campo sexual. Cada paciente apresenta um quadro diferente, mas uma condição médica importante como a diabetes pode interferir também no desempenho sexual de diferentes maneiras. Se quiser conhecer mais sobre este tema, em umComo.com.br explicamos como a diabetes afeta o sexo.

Também lhe pode interessar: Como a obesidade afeta a vida sexual

A diabetes

A diabetes se transformou em uma das doenças com maior número de pacientes em todo o mundo. Hábitos como a má alimentação, o sedentarismo ou a obesidade, assim como os fatores hereditários, aumentam cada vez mais o número de pessoas propensas a sofrer desta doença.

Esta doença consiste na incapacidade do nosso organismo para utilizar e armazenar a glucose de forma adequada, fazendo com que ela fique em nosso sangue com significativas consequências para nossa saúde, entre elas a propensão a outras doenças como a hipertensão, obesidade, problemas oculares ou problemas importantes de circulação. A disfunção sexual também é uma das condições que muitos pacientes devem enfrentar ao sofrer de diabetes.

Como a diabetes afeta as mulheres a nível sexual

A neuropatia diabética é uma das complicações ocasionadas pela diabetes. Quando os níveis elevados de glucose no sangue não são controlados de forma adequada, os vasos sanguíneos apresentam pequenos danos que afetam as terminações nervosas, fazendo que as sensações vividas durante o sexo deixem de ser intensas ou prazerosas. Desta forma a mulher apresenta uma importante diminuição do prazer no ato sexual.

Ao mesmo tempo esta doença diminui a lubrificação vaginal, o que faz que em muitas ocasiões a penetração seja incômoda e inclusive dolorosa para as mulheres. Os níveis elevados de glucose no sangue, se não forem controlados adequadamente também aumentam as infecções vaginais e o mau cheiro, criando assim uma situação que pode levar à paciente a recusar relações sexuais por não se sentir cômoda.

Como a diabetes afeta os homens a nível sexual

No caso dos homens com diabetes, a neuropatia diabética também é um problema importante que pode afetar a sensibilidade e diminuir o prazer durante o sexo, o que se repercute diretamente na qualidade das ereções.

As complicações vasculares geradas em pacientes com diabetes dificultam uma ereção adequada, pois o fluxo sanguíneo não é o melhor. A flexibilidade muscular também é afetada em pacientes com esta doença, por isso as ereções poderiam ser menos potentes e mais breves.

O que fazer?

Muitos pacientes sentem vergonha de admitir que por causa da diabetes sua vida sexual mudou, mas este aspecto deve ser assumido como qualquer outro relacionado com esta doença. É muito importante conversar com seu médico sobre isso, e seguir as indicações que ele possa lhe dar para melhorar sua intimidade de forma eficiente.

No caso das mulheres, os lubrificantes íntimos a base de água ajudam a controlar o problema da secura vaginal; ao mesmo tempo é importante usar calcinhas de algodão cômodas e calças que não sejam muito justas, para diminuir a possibilidade de infecções vaginais.

Para os homens a recomendação é aumentar a atividade física e evitar o sedentarismo, além de não iniciar nenhum tratamento para a disfunção sexual sem antes consultar um médico.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como a diabetes afeta o sexo, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Escrever comentário sobre Como a diabetes afeta o sexo

O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
A sua avaliação:
jediel de oliveira
Nao consigo erecao suficiente para completar o ato sexual
A sua avaliação:
silvio
diabetes sob controle,a libido volta ao normal?
fernando
conheçi uma moça e ela é diabetica se da trabalho para satisfazer oke posso fazer pra dar prazer a ela

Como a diabetes afeta o sexo
Imagem: www.lipstiq.com
Como a diabetes afeta o sexo

Voltar ao topo da página