Partilhar
Partilhar em:

Como tratar fungos na vagina

Passo a passo
Dificuldade: Baixa
Avaliação: 4,6 (1011 votos)
14 comentários
3 vezes partilhado
 
Como tratar fungos na vagina

As infecções vaginais por fungos são normalmente originadas por um tipo de levedura chamado de Candida albicans, que pode chegar a crescer e a proliferar de forma desproporcional na zona genital dando lugar a uma infecção. Quando isto acontece, podem ser observadas mudanças relevantes no fluxo vaginal, além de outros sintomas como coceira, ardor, vermelhidão e inflamação vulvar. É preciso um tratamento médico específico e evitar que se torne em uma condição frequente que não responda bem aos medicamentos apropriados. Para saber mais detalhes, continue lendo este artigo de umComo no qual lhe explicamos como tratar fungos na vagina, assim como as medidas que deve adotar para prevenir futuras infeções desta índole.

Também lhe pode interessar: Caracteristicas e segredos da vagina
1

Como já referimos, o crescimento excessivo do fungo Candida albicans na zona íntima é o principal responsável por originar uma infecção vaginal por fungos. São vários os fatores que podem dar lugar a este desequilíbrio de micro-organismos na área genital feminina, mas no geral costuma estar relacionado com a administração de antibióticos ou anticoncepcionais, o sobrepeso, a gravidez, o estresse, a diabetes, as alterações hormonais, ter um sistema imunológico debilitado, assim como outros fatores externos como o uso de sabões agressivos ou o uso de roupa muito justa.

Pode saber com mais destalhes consultando o artigo Por que ocorre a candidíase vaginal.

2

É fundamental saber detetar os sintomas que nos podem alertar de uma possível infecção vaginal por fundos, como a candidíase, para assim consultar o seu médico ou ginecologista o quanto antes para se submeter aos exames necessários para realizar um diagnóstico apropriados. Entre os sintomas comuns desta condição, encontram-se os que indicamos de seguida:

  • Mudanças significativas no fluxo vaginal: fluxo mais abundante de cor branca e mais espesso e aquoso.
  • Prurido e ardor nos lábios vaginais e dentro da vagina.
  • Inflamação e vermelhidão da vulva.
  • Dores ou incômodos ao urinar.
  • Dores ou incômodos ao manter relações sexuais.
3

Perante a manifestação dos sintomas anteriores, deverá consultar com urgência o seu médico para realizar os exames necessários que assegurem ou descartem uma infecção vaginal por fungos, uma vez que esta condição precisa de um tratamento farmacológico específico para ficar curada. No geral, é necessário seguir um tratamento que se baseia na administração dos denominados medicamentos antifúngicos, que atuam no organismo parando o crescimento da levedura que originou a infecção.

Este tipo de fármacos podem ser administrados de diversas formas, como mostramos de seguida, mas é importante que respeite sempre as indicações dadas pelo especialista.

  • Via local: recomenda-se a aplicação de cremes ou pomadas sobre a vulva ou a aplicação de supositórios (óvulos vaginais) na vagina para acabar com a infecção de forma definitiva. Este tipo de tratamento pode ter uma duração de 1 a 7 dias em função do medicamento receitado e a gravidade dos sintomas.
  • Via oral: aconselha-se tomar cápsulas ou pílulas durante um determinado número de dias, o qual se estabelece com base na gravidade da infecção e se se trata de uma condição frequente ou não.

É essencial não suspender o tratamento sem o terminar por completo, uma vez que assim a infecção por fungos persistirá e os sintomas acabarão por não desaparecer. No caso dos sintomas não recuarem, deverá consultar de novo o médico, pois é possível que precise de um tratamento mais forte.

4

Apesar do tratamento anterior ser necessário para tratar uma infecção vaginal por fungos, também é conveniente ter em conta algumas recomendações no dia a dia que pode ajudá-la a prevenir este tipo de condições e a manter a sua zona íntima com uma saúde ótima. As medidas mais importantes são:

  • Ter uma boa higiene íntima. O mais adequado é lavar a zona genital duas vezes por dia, usando água e um pouco de sabão de pH neutro.
  • Evitar as duchas vaginais e o uso de sabões agressivos que contenham perfumes, fragrâncias, álcool, assim como o uso de desodorantes ou pós vaginais. Todos eles podem afetar a flora bacteriana da vagina e aumentar o risco de infecção.
  • Tentar que a zona íntima esteja sempre seca, pois a umidade favorece a proliferação de micro-organismos.
  • Ao fazer necessidades, deve limpar a zona íntima de frente para trás e, nunca no sentido inverso, pois caso contrário poderia transmitir os germens do ânus para a vagina.
  • Quando tiver a menstruação, é importante fazer um bom uso dos pensos e absorventes, mudando-os com frequência.
  • Usar camisinha ao ter relações sexuais.
  • Evitar o uso de roupa interior de fibras sintéticas, preferindo sempre a de algodão, e não usar calças demasiado justas.
  • Manter os níveis de açúcar no sangue controlados, no caso de ter diabetes.
5

Existem alguns produtos naturais como o óleo de árvore do chá ou o suco de mirtilos que possuem fortes propriedades antifúngicas e ajudam a equilibrar a flora bacteriana da vagina, pelo que são uma boa opção para tratar as infeções por fungos.

6

Se deseja ler mais artigo parecidos a Como tratar fungos na vagina, recomendamos que entre na nossa categoria de Relações Sentimentais.

Relacionados
Comentários (14)

Escrever comentário sobre Como tratar fungos na vagina

Muito útil
14 comentários
Gunther
Sua avaliação:
Bom dia Solicito gentileza de informar se o uso de bolinhas explosivas e géis lubrificantes podem provocar o surgimento da candidíase. Pergunto porque eu e minha esposa usamos e frequentemente ela é acometida deste inconveniente. Antecipadamente agradeço e aguardo sua resposta. Peço discrição quanto ao meu nome e e-mail. Obrigado.
silvana diniz
Sua avaliação:
esse tipo de fungos na vagina e causado tambem pelo paceiro tambem....tem cura
Rubiane
Tomo anticoncipicinal e tou fazendo o tratamento de fungos com nistantina e funconazol mas tou tomando anticoncipicinal. Tem algum problema ???
Ana Karine
Meu namorado apareceu com bactéria no pênis após fazemos sexo sem prevenção mas eu não sentido nada deve ir no médico,isto faz 2 meses
Cláudia Regina da silva
Tenho fungos no meio do bumbum parecem assadura e na região dos lábiose da vacina o médico me receito remédiose é cetaconaxol 2 tubos só que n resolveram nada o que posso fazer para resolver minha questão já comprei calcinhas novas durmo sem calcinha e incomoda me ajuda e tá muito feio minha vacina é bumbum
ivanilde
Estou tendo fungos na vagina com muita freqüência, assim que fico boa da menstruação começo a senti coceira,ardor,vermelhidão... Não sei mais o que fazer.Todas as vezes que procuro o ginecologista ele me passa creme vaginal,eu sinto que não faz mais efeito.O que faço?
Fabiana
Os medicamentos nistatina, clotrimazol e miconazol não são antibióticos. São antifúngicos.
kellen
eu tomei zoladex.para diminuir o mioma e nao ter hemorragia na hora da cirurgia. mais nao estou menstruando mais a causa disto foi o zoladex que tomei.
vandrea
fui ao ginecologista e me receitou creme vaginal e um antibiotico estou administrando os dois ao mesmo tempo tem algum problema porque a ginecologista nao colocou como deveria tomar
JEANE APARECIDA LOPES
DEPOIS QUE OPEREI DE PEDRA NO RIM E USEI UM CATETER NA BEXIGA ADQUIRI UM ODOR FORTE NA VAGINA,PRINCIPALMENTE QUANDO TENHO RELAÇAO SEXUAL.O QUE FAZER?MEU MÉDICO DISSE QUE O PH DA MINHA URINA ESTÁ BAIXO E QUE TEM QUE CONTROLAR.A GINICOLOGISTA DISSE QUE NAO TENHO NADA FIZ TODOS OS EXAMES E NAO DEU NHENHUMA ALTERAÇÂO.É CONSTRANGEDOR MEU MARIDO SEMPRE QUESTIONA,NUNCA TIVE NADA.O QUE DEVO FAZER?QUE MEDICO PROCURAR?

Descubra vídeos interessantes
DIY
Aulas de Zumba
Top 10
Tratamentos de Pele
Como tratar fungos na vagina
1 de 6
Como tratar fungos na vagina