Como escolher a pílula anticoncepcional mais adequada


Como escolher a pílula anticoncepcional mais adequada

Atualmente estão disponíveis no mercado várias pílulas anticoncepcionais que permitem às mulheres uma melhor adaptação a este método, de forma a evitar a gravidez indesejada. No passado a pílula estava associada a alguns efeitos secundários desconfortáveis devido às suas concentrações hormonais elevadas. Estes efeitos, por outro lado, têm vindo a reduzir-se gradualmente até aos dias de hoje, fazendo da pílula um dos métodos anticoncepcionais mais eficazes e o preferido da maioria das mulheres.

Para garantir a sua segurança, recomenda-se que antes de tomar a pílula ou qualquer outro medicamento, consulte o seu médico para que este possa avaliar qual a melhor opção para si.

  • Tipo de pílula


    A pílula pode ser de dois tipos: simples ou combinada. A pílula simples ou minipílula contém na sua composição apenas progesterona e está particularmente indicada a mulheres que não possam sofrer os efeitos dos estrogênios, que estejam no período de aleitamento ou com mais de 35 anos e fumadoras. Por outro lado, as pílulas combinadas contêm na sua composição tanto estrogênio como progesterona e estão indicadas para a maioria das mulheres sem outros problemas de saúde subjacentes que possam contraindicar a sua toma.

  • Fases da pílula


    A composição da pílula pode ser constante ao longo da cartela ou esta pode estar dividida por fases. Caso os comprimidos tenham todos a mesma composição, a pílula designa-se monofásica, caso estes variem ao longo da cartela esta pode ser bifásica, trifásica ou multifásica, correspondendo a 2, 3 ou mais tipos de comprimidos diferentes.

  • Administração da pílula


    A pílula pode ser administrada de forma contínua, ou seja, sem paragens na sua toma, sendo constituída por 28 comprimidos, ou pode ser tomada durante 3 semanas às quais se segue uma pausa de 7 dias. Com ambas as formas de administração ocorre a hemorragia de privação, semelhante ao período menstrual, ocorrendo esta no intervalo de 7 dias entre as pílulas de toma faseada e nos últimos 4 comprimidos, no caso das pílulas de toma contínua.

    Escolher a pílula pode não ser uma tarefa fácil, principalmente com a vasta gama disponível no mercado. Conhecer as pílulas disponíveis e como se classificam pode facilitar a decisão e dar-lhe a conhecer qual a pílula que melhor se adapta a si, aumentando a sua segurança.

  • Se deseja ler mais artigos parecidos a como escolher a pílula anticoncepcional mais adequada, recomendamos que entre na nossa categoria de Controlo da natalidade e sexo seguro.

Comente, dê a sua opinião, pergunte sobre como escolher a pílula anticoncepcional mais adequada:


7 comentários


29-09-2014 disse:
eu gostaria de saber qual a melhor pilula pra min e qual o hormonio ou composiçao se adapta melhor pra min que sinto muita nuseas e fortissimas com tontura usando pilula tenho policistos e usei por muito tempo o metoddo de injetaveis inchei e com este metodo numca tinha mestruaçao agora nao uso nada ...! so coito imterrompido me ajudem
11-09-2014 disse:
eu tenho ovário micropolicistico ja tomei os anticoncepcional selene e tamisa 20 e com o passar do tempo nao estao m fazendo bem qual anticoncepcional alem desses posso tomar?
06-09-2014 disse:
como saber ,qual anticoncepcional mas eficaz
19-08-2014 disse:
boa tarde, meu nome é Daniela e gostaria de saber por qual pílula posso substituir pela mínina. tomei ela por quase 10anos e nunca tive efeitos colaterais, só que não estou mais encontrando no mercado , desde já obrigado
18-07-2014 disse:
eu queria tomar um anticoncepcional que não me engordasse,e apropriado,pois tenho um mioma intramural,eu tenho 28anos e um filho de 3 anos
15-06-2014 disse:
nao deu informações dos nomes dos melhores anticocepcionais
22-04-2014 disse:
falta informação
Vídeos em destaque
Projetos de Halloween Saúde Veterinário Rainbow Loom